Neurose Sua Descoberta

Neurose  é um  fenômeno  gerado  pelo  conflito,  envolvendo  a  frustração  de  um  impulso instintivo, é  o resultado de nossas experiências, vivências, traumas, recalques, fixação problemática.

Doença na mente e não da mente, a Neurose é Afecção em que os sintomas são a expressão simbólica de um conflito psíquico que tem raízes na história infantil do indivíduo e constitui compromissos entre o desejo e a defesa. (L.P).


A Neurose é para compensar, equilibrar (é um peso) – Barril de Tallaferro a Neurose é um conflito inconsciente obstruindo uma descarga instintual.

Neurótico, gostaria de deixar de ser neurótico, mas não consegue – o inconsciente alimenta os instintos, os impulsos.

A Descoberta da Neurose

Neurose - Psicanálise On Line

Morre o pai de Freud Isso fez com que Freud se voltasse para si mesmo e empurrou seu pensamento em outra direção.

Mais tarde, ele diria que sua reação diante da morte do pai mostrava que esta era a perda mais significativa, mais decisiva, na vida de um homem.

Muitos  afirmam  que  esta  ênfase  no  masculino  e  na  figura  do  pai  marca  toda  a abordagem de Freud.

Freud se sentiu completamente desorientado, ou até mesmo culpado. Estava passando por  aquilo  que  mais  tarde  chamaria  de  “retorno  do  recalcado”.

Os  sentimentos recalcados   que   tinha   pelo   pai,   sentimentos   como   rivalidade,   ciúme,   ambição   e ressentimento, voltaram sob a forma de remorso, vergonha, impotência e inibição.

A sua mente estava tomada por sentimentos de um período anterior e ele lutava contra os fantasmas do passado.

A sua auto-análise consistia em encarar calmamente esses fantasmas e avaliar como o afetavam. A auto-análise se voltou para as memórias da infância.

Durante  este  período  de  crise  e  de  auto-análise,  Freud  começa  a  escrever   “A Interpretação dos Sonhos”.

Freud disse: “O sonho é a estrada real do psiquismo”.

Freud já estava trabalhando na análise dos sonhos e começou a perceber, com uma freqüência  cada  vez  maior,  que  o  desejo  inconsciente  que  se  manifestava  no  sonho vinha  das  memórias  da  infância.  A  partir  desta  análise,  chegou  à  conclusão  que  o inconsciente do adulto era formado pela criança que se esconde dentro de cada um.

Neurose A Formação

•    O amor pela mãe
•    A rivalidade com o pai
•    O medo de castração

A solução destes sentimentos na entrada da vida adulta e seus efeitos permanentes nos  sonhos  e  no  inconsciente:

Freud  descobriu  todas  estas  coisas  durante  a  auto-análise  intensiva  que  conduziu  de  1896  a  1899.  Neste  processo,  ele  empregou  a técnica  da  Associação  Livre,  que  se  tornaria  a  marca  registrada  da  psicanálise.

Freud abandonou a hipnose depois da auto-análise e os sonhos passaram a ser seu principal material de trabalho.

Sabendo  que  seus  pacientes  sempre  apresentavam  uma forte  resistência,  não  ficou surpreso ao perceber que sofria o mesmo problema e às vezes seu progresso era lento e difícil.

Foi   na   última   fase   desta   marcante   auto-análise   que   começou   a   escrever   A Interpretação dos Sonhos.

É como se um novo Freud, uma nova teoria e uma nova
ciência, a psicanálise, tivessem nascido desta luta por auto-compreensão.

paixão  secreta  da  criança  pela  mãe,  que  não  pode  continuar  inocente,  acaba  se ligando ao desenvolvimento sexual.

O medo inevitável do pai, encarado como um rival, leva ao famoso complexo de Édipo e sua Neurose.

Neurose

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *